Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida
Obra do mês de fevereiro: Cartas de Mário de Andrade a Manuel Bandeira, 1958
10 de fevereiro de 2021
Em 11 de fevereiro de 1922, iniciava-se a Semana de Arte Moderna, movimento inspirado na vanguarda europeia e que foi responsável pela instauração de um novo momento para as artes brasileiras, quando tanto a ideia quanto a estética da arte foram modificadas. O movimento modernista propunha mudanças de conceitos e de costumes no fazer artístico Leia Mais...
Obra do mês de dezembro: Coleção O Mundo dos Museus
7 de dezembro de 2020
Na história da humanidade, tem-se observado que os sujeitos estabelecem vínculos com os espaços transformados por suas ações e práticas culturais, mediados pelas relações identitárias e históricas construídas. Esses vínculos constituem, por vezes, a própria memória da produção histórica, social e cultural, consagrando-se, por cada sociedade em seu dado tempo, em patrimônios culturais, sejam eles materiais ou Leia Mais...
Obra do mês de novembro: Diccionário de la Musica, 1954
12 de novembro de 2020
“Há canções e há momentos/(…) Em que a voz é um instrumento/Que eu não posso controlar/Ela vai ao infinito/Ela amarra todos nós” (Fernando Brant) Na cultura ocidental, a música estabelece uma relação com vários aspectos da nossa história, sendo uma expressão artística, sincrética e múltipla, que reúne e partilha os sentimentos, emoções, pensamentos e valores essencialmente humanos. Dessa forma, toda Leia Mais...
Obra do mês de outubro: A bagaceira, de José Américo de Almeida, 1928 – 1ª ed.
7 de outubro de 2020
A identidade cultural do sujeito está intimamente relacionada ao seu sentimento de pertencimento a um determinado lugar, tempo e práticas culturais, funcionando como um sistema de referência individual ou coletiva de autoconhecimento. Deve-se entender a identidade cultural e regional dentro das representações literárias como um complexo processo que contempla desde a identidade socialmente construída, como Leia Mais...
Obra do mês de setembro: O Movimento da Independência 1821-1822
9 de setembro de 2020
Nas proximidades do bicentenário de um dos marcos mais importantes da história do Brasil, a formalização da independência política, novos estudos históricos buscam ressignificar a conjuntura complexa dos espaços de convergência e divergência de pensamentos e ações que culminaram na emancipação de nosso país. Esse momento de retomada à reflexão e à análise da conjuntura Leia Mais...
Obra do mês de março: Revista D. Quixote 1917 – 1920
5 de março de 2020
A constituição da história, durante muito tempo, foi marcada pelo estudo de documentos oficiais que estabeleciam uma narrativa considerada e reproduzida como verdade absoluta sobre os fatos e acontecimentos. No contexto atual, a história é prismada, possuindo diversas e multifacetadas perspectivas sobre o fato e sobre os discursos que circularam em um dado tempo e Leia Mais...
Obra do mês de fevereiro: Diccionário Philosophico da Religião – 1819 e 1820
6 de fevereiro de 2020
Adotando a perspectiva que a humanidade se constitui por meio de um diverso processo histórico, étnico, cultural, linguístico e religioso, o respeito profundo a essa diversidade é um dos valores mais importantes da cidadania, especialmente no que se refere à pluralidade religiosa. Compreendemos que a religião é uma das fundações mais antigas da humanidade, presença Leia Mais...
Obra do mês de dezembro: Museos de pintura en Madrid, 1955
4 de dezembro de 2019
Para a perspectiva da omnilateralidade, a arte é essencial para a formação humana, sendo uma construção simbólica necessária que relaciona o mundo em que nós vivemos com o mundo que nós percebemos. Assim, a presença da arte no cotidiano das sociedades se justifica por atender a uma necessidade humana de projeção dos pensamentos e dos Leia Mais...
Obra do mês de novembro: Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue Vai-e-Volta – 1ª edição, 1971.
5 de novembro de 2019
No dia 05 de novembro é celebrado o dia do cinema brasileiro. Não há como tratar do cinema nacional sem relacionar com a literatura, visto que boa parte de nossas melhores produções cinematográficas resultaram do diálogo entre essas duas artes. As inúmeras possibilidades de relações entre cinema e literatura há muito vêm despertando o interesse Leia Mais...
Obra do mês de outubro: Memórias de Casmurrindo Vespa (1964) e o Dicionário Bio-Bibliográfico de repentistas e poetas de bancada (vol.01 e 02).
4 de outubro de 2019
Impossível, no que ora se publica, descobrir onde e quando ocorreram os fatos relatados simbolicamente. Surpreende, por vezes, a extraordinária semelhança com alguns aspectos de nossa comunidade. Trata-se, porém dou-vos minha palavra, de simples coincidência. (CARVALHO, p.11) A história de Campina Grande sempre esteve entrelaçada com a trajetória de pessoas que vinham de outras regiões Leia Mais...