Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida

A Biblioteca

Sobre nós

Em 2003, o Governo do Estado da Paraíba adquiriu o acervo pessoal do pesquisador e professor Átila Almeida e doou à Universidade Estadual da Paraíba – UEPB – que instituiu, em 2004, a Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida. Sendo, portanto, responsável pela guarda, conservação e manutenção da coleção.

Instalada no primeiro andar do prédio da Administração Central da UEPB, em Campina Grande, a Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida se apresenta aos estudiosos como uma singular opção para aqueles que desejam desenvolver pesquisas acadêmicas.

Inicialmente, a coleção era constituída apenas pelo acervo do professor Átila Almeida, predominantemente composta por livros, cordéis, periódicos e jornais. Posteriormente, foram incorporados novos acervos de influentes personalidades, tais como: Raymundo Asfora, Gilmar de Carvalho, Manoel Monteiro e Severino Bezerra de Carvalho.

Quem foi Átila Almeida?

Atila Almeida 1972 Campina Grande 1No dia sete de novembro de 1923, nasce na cidade de Areia, Paraíba, Átila Augusto Freitas de Almeida. Graduado em Matemática, Átila Almeida foi professor de Física da Universidade Federal da Paraíba, além de jornalista, pesquisador e folclorista.

Herdeiro de um legado cultural e acadêmico, Átila Almeida é filho de um dos fundadores da Academia Paraibana de Letras, o historiador e intelectual Horácio de Almeida.

Além do encanto pelos números, nutria verdadeira paixão pela literatura popular. Por isso, constituiu, ao longo de sua vida, um dos maiores e mais raros acervos do Nordeste, compostos de sete grandes coleções: livros, dicionários, cordéis, folhetos, catálogos, jornais e xilogravuras.

 

 

O Acervo

Acervo Bibliográfico

acervo-geral01

Acervo diversificado, composto por obras raras e de referências, títulos literários, livros que tratam sobre cultura popular, arte, história e ciências exatas. Conta também com grande número de folhetos raros, que documentam discursos, leis, decretos, projetos, relatórios, estatutos e outros registros, em especial, do Estado da Paraíba. Para acessar os dados, consulte o catálogo.

Periódicos

periodicos0

O acervo de periódicos é composto por edições raras de revistas paraibanas e edições importantes de revistas científicas já fora de produção. Pode-se recuperar também alguns almanaques, boletins, anuários, anais, informativos, guias e catálogos. Para acessar os dados, consulte o catálogo.

Cordéis

cordeis

O acervo de cordéis da Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida é considerado como a maior coleção do gênero. Composto por títulos raros, datados a partir de 1907, nosso acervo conta com autores da nova geração de cordelistas e veteranos, a exemplo de Leandro Gomes de Barros e José Camelo de Melo Resende. A coleção, atualmente, detém 18.265 cordéis disponíveis. Para acessar os dados, consulte o  catálogo.

Jornais Avulsos

periodicos

O acervo de jornais avulsos conta com exemplares do período compreendido entre 1848 e 2003, com 623 volumes disponíveis para pesquisa. A maior parte deste acervo é composta por jornais que foram publicados em cidades da Paraíba, tanto os de grande tiragem como os de números independentes. Além disso, também dispõe de volumes encadernados de diversos jornais de todo o Brasil, tais como O Estadão, Correio Riograndense e Diário de Pernambuco. Para acessar os dados, consulte o catálogo.

Diário da Borborema

diario da borborema

Da primeira tiragem, em 1957, ao último exemplar, em 2012, a coleção dos jornais Diário da Borborema  está disponível para a consulta, na Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida. A pesquisa aos volumes é mediada e para a reprodução de imagens dos cadernos, faz-se necessário portar um termo de autorização, concedido pelo Diários Associados. Para acessar os dados, consulte o catálogo.

Bezerra de Carvalho

ac-bezerra07

O acervo Severino Bezerra de Carvalho conta com livros do século XX e XXI, muitos de edições raras e especiais, das mais diversas áreas. Há ainda neste acervo discos de vinil de músicas clássicas, com coleções das obras de Villa-Lobos, Chopin, Mozart, Beethoven e Bach. O acervo conta ainda com pinturas, revistas e fotografias, sendo estas últimas compostas por uma rara coleção sobre o município de Campina Grande ao longo do século XX. Para acessar os dados, consulte o catálogo.

Agendamento

ANTES DE AGENDAR, LEIA ATENTAMENTE AS INFORMAÇÕES ABAIXO:

Para garantirmos a eficiência na recuperação da informação e prezando pelo atendimento ao nosso usuário, solicitamos o agendamento de sua visita à biblioteca com, no mínimo, 2 (dois) dias úteis* de antecedência, seguindo os seguintes passos:

I - Vá para a seção ACERVO (acima);
II - Escolha o acervo que você deseja pesquisar;
III – Consulte o catálogo e escolha a obra, anotando o código/número do caderno, ou volume (Situado na primeira coluna de todos os catálogos) ou título do material;
IV - Preencha o formulário abaixo e aguarde confirmação da data via e-mail.

*Agendamentos feitos depois do horário de atendimento da biblioteca (das 8:00h as 17:00h) serão confirmados no dia seguinte.

ManhãTarde

IndividualAcompanhado

Nº de acompanhantes (máximo 6 acompanhantes)

Acervo GeralPeriódicosCordéisJornais AvulsosDiário da BorboremaAcervo Bezerra de Carvalho

MonografiaDissertaçãoTeseArtigo CientíficoPublicaçãoPesquisa PessoalOutros

Fotos

« 2 de 2 »

Fale Conosco