Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida

Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida da UEPB adquire guarda do acervo do poeta Ronaldo Cunha Lima

29 de agosto de 2017

Nascida no coração da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), sob a égide da memória dos paraibanos, a Biblioteca Átila Almeida adquiriu mais um acervo que tornará ainda mais valiosa a sua coleção de obras raras. Em meio ao seu universo de encantamento e raridades, a Átila Almeida agora é detentora da guarda definitiva do acervo do poeta, advogado, professor e político Ronaldo Cunha Lima. O acervo foi doado a Universidade pela viúva de Ronaldo, senhora Glória Cunha Lima, em uma articulação feita pelo reitor Rangel Junior.

O acervo chegou essa semana na Átila e é formado por fotografias, livros, quadros objetos pessoais e de decoração que retratam a vida e a trajetória do ex-prefeito de Campina Grande e ex-governador paraibano. As fotos, muitas em preto e branco, mostram alguns dos mais expressivos momentos da carreira pública do poeta e político. As maiores preciosidades do acervo são os livros de autoria de Ronaldo e outros integrantes da coleção do ex-governador.

Imortal da Academia Paraibana de Letras (IAP), exímio declamador e político por sacerdócio, Ronaldo Cunha Lima teve a sua vida guardada para a posteridade nas poesias e livros que escreveu. Alguns dos poemas mais famosos estão estampados nos principais quadros que compõem o acervo. Kênia Araújo, diretora da Biblioteca Central, explicou que a escolha de dona Glória Cunha Lima pela Átila para guarda o acervo raro de Ronaldo se deu pelo fato de a Instituição reunir as condições para preservar e disseminar a obra do poeta e político paraibano.

De posse do acervo, a coordenação da Átila Almeida agora fará um inventário, que é a primeira ação a ser executada para a preservação da obra. O acevo será catalogado, passará por um processo de higienização para em seguida ser liberado para pesquisa.

Apelidado de “poeta” e natural de Guarabira, Ronaldo Cunha Lima fez carreira como escritor, chegando a assumir a cadeira número 14 na Academia Paraibana de Letras, em 1994. Formado em Ciências Jurídicas, ele não escondia ser apaixonado por poesia, sobretudo pela obra do também paraibano Augusto dos Anjos. Em 1988, venceu o programa Sem Limite, da Rede Manchete, com perguntas sobre a vida e obra de Augusto dos Anjos. Na vida pública, exerceu importantes cargos. Foi vereador, deputado estadual, prefeito de Campina Grande, governador da Paraíba e senador.

Agora, parte dessa história está guardada na UEPB. A Biblioteca Átila Almeida conta, atualmente, com mais de 17 mil exemplares disponíveis para consulta. A biblioteca se configura como uma valiosa opção aos pesquisadores e interessados em consultar obras raríssimas, cordéis, periódicos e jornais. Instalada no 1º andar do Prédio da Administração Central da UEPB, em Campina Grande, a Átila Almeida funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação